Paleta de cores inglesa para inspirar seu décor

postado em: Life Decor, Lifestyle | 0

As cores exercem uma grande influência sobre as sensações que um espaço transmite. Elas podem representar aconchego, alegria, introspecção… por isso é importante ter em mente que atmosfera você gostaria de criar em sua casa antes de selecionar a paleta de tons que será usada no décor. Em nossa coleção batizada de York Moors, a inspiração vem do lifestyle inglês das eras Vitoriana e Eduardiana – que tiveram um enorme impacto nas artes decorativas europeias. Se você está buscando ideias de como usar cores de forma atual, chique e com um ‘perfume’ inglês, veja mais detalhes a seguir.

Paleta de Cores

Paleta de Cores

Paleta de Cores

A Era Vitoriana abrange o período no qual a Rainha Vitória esteve no poder. Ela reinou sobre a Inglaterra durante 63 anos ao todo, de 1837 a 1901. Essa época tem grande importância na história do país, pois foi marcada por um forte desenvolvimento econômico e, principalmente, industrial. Diversas esferas culturais também evoluíram rapidamente, como a arquitetura, o teatro e a literatura.

Enquanto na arquitetura o movimento neogótico buscava reavivar o estilo gótico medieval, nas artes decorativas nascia o movimento Arts and Crafts, liderado por William Morris, pintor, escritor e socialista militante. Morris defendia o artesanato criativo como uma alternativa à mecanização e à produção em massa que cresciam com a revolução industrial. Atemporais, muitas das estampas de Morris continuam sendo usadas atualmente em tecidos e papéis de parede de visual marcante.

Em relação às cores, esse período foi marcado pelo uso de tons terrosos, recriando as nuances de materiais construtivos, ou azuis e verdes inspirados em azulejos cerâmicos artesanais. São tonalidades mais fechadas e pouco vibrantes, com certo ar outonal, que proporcionam uma sensação de acolhimento quando usadas na decoração. Os papéis de parede florais, uma nova invenção na época, substituíram as paredes pintadas.

Paleta de Cores

Paleta de Cores

Paleta de Cores

A Era Eduardiana veio na sequência da Era Vitoriana, porém teve menor duração. Após o falecimento da Rainha Vitória, quem assumiu o poder da Inglaterra foi seu filho, o rei Eduardo VII. Nesse período, o estilo inglês foi bastante influenciado pela arte e pela moda da Europa continental. Em geral, a arquitetura Eduardiana é menos ornamentada do que a Vitoriana, e as cores utilizadas são mais claras.

Com a chegada da luz elétrica e dos sistemas de aquecimento nas casas, as pessoas não tinham mais que acender a lareira todos os dias – e os designers, por sua vez, não precisavam mais recorrer a cores escuras nas paredes para disfarçar a fuligem. Daí vieram os espaços mais luminosos e claros. As estampas dos tecidos, papéis de parede e cortinas se tornaram menos complexas e menos coloridas também.

A população inglesa cresceu e novos trilhos de trem foram construídos, o que deu origem aos subúrbios. Ao se distanciarem do centro, os moradores podiam encontrar terrenos maiores, com jardins e gramados generosos. Além de estarem presentes em tecidos e papéis de parede, as flores passaram a fazer parte da decoração em arranjos espalhados pela casa. Os jardins de inverno e as bay-windows também foram tendência no período.

Paleta de Cores

Paleta de Cores

Paleta de Cores

Paleta de Cores

Essas duas influências inspiradoras se complementam em nossa coleção York Moors, pontuada por móveis e objetos elegantes, mas que não deixam de lado o aconchego. Estampas florais, tartans, tweeds e paisleys se encontram para trazer ainda mais sofisticação à nossa curadoria.

Que tal passar em nossa loja para ver de perto a coleção ou confira abaixo nossa sugestão de produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *